Arquitetura ferroviária no Espírito Santo (1886-1930): técnicas construtivas e preservação

Resumo: A arquitetura ferroviária e a constituição do patrimônio industrial brasileiro. A criação das Escolas Politécnicas no Império e o desenvolvimento da engenharia no Brasil: os engenheiros e a construção de ferrovias. A arquitetura ferroviária como produto das mais modernas tecnologias do século XIX oriundas da Revolução Industrial: as estruturas de ferro e vidro, as alvenarias portantes de tijolo cerâmico, as novas tecnologias de argamassas hidráulicas. Levantamento histórico e cadastral das estações ferroviárias capixabas construídas entre 1886 e 1930 nas linhas Vitória – Niterói e Vitória – Minas. Conservação e restauração do monumento arquitetônico ferroviário: o saber das técnicas construtivas históricas como importante instrumento para a preservação do patrimônio edificado

Data de início: 2008-03-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Nelson Pôrto Ribeiro
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910