Estratégias de colaboração em arte contemporânea: práticas relacionais e territórios espaciais

Resumo: A pesquisa busca como eixo central o estudo sobre práticas relacionais e colaborativas operadas por artistas, nas transversalidades da arte contemporânea, tanto no espaço capixaba como no nacional e internacional. Para tanto, serão considerados primordialmente as práticas relacionais que tratam do site-specific no que estes implicam a recusa da obra auto-referente e o investimento nas práticas relacionais que estabelecem em seu processo de realização e exibição, o envolvimento do artista e de indivíduos inseridos no processo em arte, seja na experiência corporal, seja no psíquico, social, cultural ou político. É certo que as práticas colaborativas são um fenômeno de forte presença e de inegável potencial de transformações no cenário contemporâneo da arte e que com esses procedimentos de colaboração, uma nova dinâmica de explorar territórios espaciais da arte é criada. Assim, a metodologia partirá de uma concepção do campo artístico como campo prático-teórico, considerando o “saber da arte” e o “saber sobre a arte”, ou seja, o processo produtivo dos trabalhos de arte, o seu lugar de exposição, o discurso da teoria, crítica e história da arte.

Data de início: 2014-07-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Angela Maria Grando Bezerra
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910