(Des)Encontros entre moderno e contemporâneo na arte brasileira

Resumo: Este projeto pretende dar continuidade à discussão iniciada em pesquisa anterior, sobre a produção pictórica de artistas capixabas, mas com interesse em investigar a produção da artista plástica Regina Chulam, que cotejou a arte internacional e produziu fora do circuito local. Por outro lado, pretende-se ampliar o debate para o campo experimental da arte brasileira, dos anos 1960 e 1970, incorporando o processo criativo de artistas brasileiros de alcance internacional - tomando como estudo de casos os exemplos de Helio Oiticica e Cildo Meireles - e, também, a contribuição de críticos atuantes na época. Pretende-se investigar as conexões entre o campo da história da arte e da crítica, tanto no que tange ao questionamento dos paradigmas modernistas – entre outros, as projeções teleológicas que embasaram a teoria greenberguiana - como no estudo da revolução operada pela arte experimental brasileira em direção de uma aproximação entre arte e vida. Serão analisadas a contribuição específica de autores como Rosalind Krauss, Michael Fried, Thierry de Duve e Hal Foster, em especial sua leitura sobre a passagem do moderno para o contemporâneo, visando investigar como se relacionam, na historiografia contemporânea, os geradores de significado a partir da obra dos artistas estudados.

Data de início: 2009-08-03
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Melina Almada Sarnaglia
Colaborador Aparecido Jose Cirilo
Coordenador Angela Maria Grando Bezerra
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910