O SOM NA CONSTRUÇÃO DO ESPAÇO NA ARTE CONTEMPORÂNEA: ANÁLISE DO PROCESSO DE CRIAÇÃO DA FORTY PART MOTET DE JANET CARDIFF

Nome: Walter Costa Bacildo
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 13/11/2018
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Aparecido Jose Cirilo Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Aparecido Jose Cirilo Orientador
David Ruiz Torres Examinador Interno
Isabel Maria Sabino Correia Examinador Externo

Resumo: Neste trabalho abordamos o surgimento de aberturas no campo das Artes Plásticas, que possibilitaram o processo de hibridização das produções artísticas que envolvem o uso do som como matéria escultórica. Para tanto, apresentamos a análise do processo de criação da obra Forty Part Motet, 2001, da artista canadense Janet Cardiff, localizada no Instituto Inhotim. Evidenciamos os elementos que constituem sua poética, e assim podemos indicar pontos, ou imagens geradoras, que se tornam trações no desenvolvimento da trajetória de suas produções. Também destacamos sua parceria George Bures Miller, no contexto de produções que adquirem novos significados a partir das relações com os ambientes expositivos e o público. A pesquisa perpassa pelo processo de investigação que envolveu a busca em diversas fontes documentais físicas e virtuais, as análises de declarações explícitas e implícitas da artista, em entrevistas, documentos publicados, vídeos e nas observações de seus trabalhos. Informações que são compreendidas como documentos que indicam seu processo criativo ao longo de suas produções.
Palavras-chave: Arte contemporânea, Janet Cardiff, Forty Part Motet, Processo de Criação, Música.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910