Presenças do espectador e/ou alargamento e autonomia na arte brasileira dos anos 1960 e 70

Resumo: : Este projeto pretende dar continuidade ao estudo iniciado em pesquisa anterior e ampliar o debate sobre o campo experimental da arte brasileira dos anos 1960 e 70. Buscaremos analisar e parcialmente explicar - reconsiderando a exaustão de paradigmas modernos - o alargamento de territórios de uma produção em arte que, até então centrada no chef-d’oeuvre, muda seu rumo. Nessa renovação estava tanto o questionamento dos limites impostos pelos suportes e meios tradicionais como, também, estavam as estratégias de aproximação utilizadas pelos artistas em relação ao espectador. O que nos leva a pesquisar os deslocamentos sofridos nas funções artista, obra e espectador como, também, investigar relações geradas pelo processo que se estabelece na obra a partir de questões inerentes ao espectador no campo artístico contemporâneo. Outra conseqüência, complementar às anteriores, é o embate de um transitar etnográfico na arte e, conseqüentemente, uma aproximação entre arte e vida. É certo, inclui, também, o caráter político e crítico que emerge na arte nos meados dos anos de 1960 e que rende muitos frutos nos anos 1970.

Data de início: 2013-08-01
Prazo (meses): 12

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Janayna Araujo Costa Pinheiro
Aluno Mestrado Rodrigo Hipólito dos Santos
Coordenador Angela Maria Grando Bezerra
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910