DA ARQUITETURA À NÃO-ARQUITETURA:GORDON MATTA-CLARK E RACHEL WHITEREAD

Nome: Simone Neiva Loures Gonçalves
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 29/03/2019
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Angela Maria Grando Bezerra Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Angela Maria Grando Bezerra Orientador
David Ruiz Torres Examinador Interno
WALDIR DE MELLO BARRETO FILHO Examinador Externo

Resumo: A pesquisa parte da hipótese de que no recente encontro entre a arte e a arquitetura, denominado de “complexo” por Hal Foster, surge um campo de relações mais positivas que aquelas apontadas por Rosalind Krauss em 1979. O objetivo da pesquisa é compreender em que medida as obras dos artistas Gordon Matta-Clark e Rachel Whiteread – situadas na categoria “estruturas axiomáticas” (arquitetura/não arquitetura) – resultaram em relações positivas. O recorte proposto para o estudo do diálogo entre arte e arquitetura tem como limites a noção de campo ampliado proposto por Krauss em 1979 no artigo Sculpture in the Expanded Field e a complexidade da relação entre ambas as disciplinas, observada por Foster em seu livro The Art-Architecture Complex, publicado em 2011.
Palavras-chave: arte; arquitetura, não-arquitetura, campo ampliado e complexo.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910