A "FORMA-TELA": modos de pensar a tela do cinema na arte contemporânea

Nome: Alana de Oliveira Ferreira
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 24/09/2018
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Erly Milton Vieira Junior Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Erly Milton Vieira Junior Orientador
Gabriela Santos Alves Examinador Externo
Gabriel Menotti Miglio Pinto Gonring Examinador Interno

Resumo: A dissertação investiga questões relacionadas ao uso da tela do cinema nos espaços da arte contemporânea, como a arte desconstrói a tela normatizada da sala de cinema para criar novas relações entre o espectador e a forma-tela dentro desse ambiente. Pensar a incorporação do dispositivo cinematográfico nas práticas contemporânea de arte, o que envolve também, pensar como essas novas práticas se relacionam com o espectador. A pesquisa parte de uma análise sobre o uso da tela na arte, como a pintura de cavalete condicionou nosso olhar, para investigar também, como algumas práticas na arte contemporânea buscaram desconstruir essa lógica. Em seguida, traça uma genealogia do cinema expandido, a fim de entender o contexto em que surgiu essa nova forma de pensar o cinema. E, por fim, a pesquisa busca analisar a obra Line Describing a Cone (1973) de Anthony McCall, entender os seus processos, o modo como utilizou a forma-tela do cinema e as reflexões que essa prática traz.
Palavras-chave: tela; pintura; cinema; arte contemporânea; espectador.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910