A Arquitetura nas Cantigas de Santa Maria

Nome: Barbara Dantas Batista Covre
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 13/04/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Ricardo Luiz Silveira da Costa Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Alexandre Emerick Neves Examinador Interno
Angela Tonelli Vaz Leão Examinador Externo
Paulo Sergio de Paula Vargas Examinador Externo
Ricardo Luiz Silveira da Costa Orientador

Resumo: Resumo: o rei Afonso X cria no poder da Virgem Maria de se sobrepor ao mal. Mandou eruditos e artífices produzirem as Cantigas de Santa Maria, compêndio com mais de quatro centenas de relatos de milagres e louvores à Virgem, versificados em galego-português. Iluminadores de livros enriqueceram sua oferenda com centenas de iluminuras e milhares de letras capitulares. Além disso, os versos foram acompanhados de notações musicais, labor que entregou a trovadores. Na obra, há três expressões artísticas: a Literatura, a Pintura e a Música. O mundo medieval está representado nas Cantigas, protótipo artístico de uma realidade plenamente vivida. Submissos à temporalidade da fonte, a pesquisa principiou com a leitura das Cantigas e a seleção dos suportes artísticos mais citados. Quinze cantigas e suas iluminuras correspondentes fazem menção à Arquitetura. Para analisar as iluminuras historiadas, utilizou-se o método de análise iconográfica de Erwin Panofsky. A proposta de Jean-Claude Schmitt de articulação entre imagem e texto foi primordial para a construção desta dissertação. O objetivo deste trabalho é mostrar que a Arquitetura foi a expressão artística escolhida pelos artífices do códice afonsino para externar tanto peculiaridades artísticas do movimento gótico quanto a disseminação da fé em Santa Maria em diversos reinos medievais. A hipótese central se fundamenta na ideia de que, nas Cantigas, a Arquitetura representa imageticamente a dimensão mental do culto mariano, fé na qual a arquitetura gótica dignificou aqueles que trabalharam para tal fim, do camponês ao rei, mas, sobretudo, o trabalho dos mestres construtores, “doutores em pedra”, os arquitetos.

Palavras-chave: Cantigas de Santa Maria. Arquitetura. Arte medieval. Iluminura. Idade Média.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910